I made this widget at MyFlashFetish.com.

quarta-feira

Homens Diferentes




Necessitamos implantar um ensino que leve a uma educação
difenciada no Brasil.

Os resultados que estamos colhendo no processo vigente, acre-
dito que não satisfazem ninguém.

Milhares de políticos enganam-se sobre a eficiência de suas gestões, assim como milhões de pessoas, sobre suas reivindicações. Não valorizamos mais
o país como forma de organização social. Dispensamos Deus, religião, solida-
riedade, respeito, bem comum, cumprimento de acordos pela palavra empenhada. O amor virou
prazer e a liberdade tranformou-se em fazer o que cada um bem entende, sem limite algum.

Se as novelas mostram uma realidade, ela não pode ser confundida com normalidade.Normal seria se cada um de nós vivesse com dignidade.

O jovem de hoje que possui acesso ao ensino público, usufrui de salas de aula com muito mais conforto em relação há décadas passadas. Porém, tem bem menos conhecimento para a vida do que os de antigamente, que valorizavam o trabalho, a família e temiam a Deus.

A maioria dos líderes brasileiros que se destacam na atualidade e estudaram em escolas em que todas as séries funcionavam juntas e só existia um professor. Esses senhores e senhoras que iam para a escola a cavalo, percorrendo longas distâncias, não tinham luz elétrica, refrigerador, televisor ou computador. Estudavam à luz de vela ou de lampião. Auxiliavam nos duros trabalhos das propriedades rurais, sem atentar para os modernos estatutos que estão aí.

Muitos dos grandes cientistas brasileiros da atualidade enfrentaram essa dura realidade interiorana. Eles destacam-se de muitos doutores nascidos no seio de famílias abastadas, que já trazem incorporados no sangue, os vícios de uma elite incompetente, que pouco contribui para a construção do bem comum.

Aceitar a evolução é uma questão natural. Agora, modernidade tecnológica sem preservação de valores é o caos individual e social. Se as cidades são verdadeiros redutos em que o tóxico corre solto, proporcionando todas as decorrências que aparecem aos olhos de quem quer ver, é porque alguma coisa não está muito bem no nosso modelo social.

Sou daqueles que, um dia, registrará por escrito o nome dos responsáveis e os efeitos das tais pedagogias de libertação. Hoje, só os chamo de covardes, irresponsáveis e incompetentes.
Não é questão de querer de volta o passado e defender o reacionismo. Não faz muito tempo que os homens possuiam hombridade e tratavam melhor as mulheres e crianças.

O eleitor, até bem pouco tempo, não vendia o seu voto. Os "bem de vida" não mendigavam empregos públicos como se fossem famintos e desprovidos de bens materiais.

Para sermos homens diferentes, temos que mudar o comportamento. Uma nova família e uma nova escola para uma nova sociedade. A esperança de líderes mais competentes passa por este tripé.

2 comentários:

blogdocatarino.com disse...

O ensino é fundamental para o desenvolvimento de uma nação. É preciso que haja uma atenção melhor para o sistema educacional que realmente está muito aquém do devido.
Que o amigo tenha um ótimo final de semana.

Carlos Henrique Leda disse...

Quem dera aqui "baixasse" a consciencia niponica, onde os professores dos alunos com menor idade escolar ganham mais, pois tem a responsabilidade de auxiliar no desenvolvimento do caráter.

[]'s