I made this widget at MyFlashFetish.com.

quarta-feira




O TERRITÓRIO DO JOVEM É IMPENETRÁVEL???







A descoberta que o jovem faz hoje é a experiência do adulto de amanha. Por que o conflito e a repressão?

O dialogo é a forma mais saudável de convívio?

Vamos reflectir sobre o assunto:

Fala- se muito do dialogo de gerações. Será que esse realmente existiu alguma vez? Esta é uma pergunta que incomoda, porque em épocas anteriores a repressão e a obediência era valores Tao fortes que impediam as pessoas de terem sua própria individualidade. Mesmo que este encontro tenha existido, qual a qualidade real dele? Falar. afinal, é muito simples. Mas o que? E quem ficava satisfeito: os adultos ou os jovens?

Os pais da antiga família patriarcal, da qual sobram alguns ranças hoje em dia, certamente mantinham uma posição tão autoritária que nem se questionavam sobre o desempenho de seus
papeis. Acreditavam- se certos, porque apenas seguiam o que tinham aprendido. Afinal, educar vem era condicionar da melhor forma possível os filhos para os bons hábitos, as boas maneiras. a obediência, o trabalho, o respeito aos mais velhos. E ponto final.

Agora tudo mudou. E não há ninguém que possa orientar perfeitamente os pais para compreender esta geração que esta ai, com os novos posicionamentos, novas verdades enfrentando-os sem medo. Muitos adultos sentem-se agredidos pelos filhos porque estes não seguem exactamente suas regras sociais e culturais. Será que isto constitui em verdade ataque direto a eles? Ou os jovens apenas vive o seu tempo, contestando simplesmente na medida exacta em que deve se insurgir para conquistar-se a si mesmo?

2 comentários:

Estar Bem corpo & Alma disse...

Olá professor William?
estou aqui para informa-lo que tenho um selo pra você em meu blog, caso aceite é só busca-lo. Ok?
Abraços.

blogdocatarino.com disse...

A cada dia está mais difícil para os pais conseguirem manter um diálogo com seus filhos. Mas ainda temos a obrigação de mostrar o caminho e falar de nossa experiência para que possam seguir em frente.