I made this widget at MyFlashFetish.com.

domingo

Você sabe o que é Distimia?

Quanto mais precoce é o aparecimento da doença, maiores são as dificuldades da pessoa reconhecer seu problema.

DISTIMIA: mau humor constante pode ser doença.

Conviver com uma pessoa mal humorada, que vê a vida com negativismo e vive se queixando é, realmente, muito desagradável. Igualmente, não aguentamos a nós próprios quando estamos de mal com a vida, não é?

O jeito ranzinza de uma pessoa pode ser mais perigoso do que imaginamos. Por isso, chamo a atenção para uma doença que, muitas vezes, passa despercebida para a mioria das pessoas: a Distimia - seu nome vem do grego e significa mal humorado.

Minhas leituras a respeito, explicam que a pessoa acometida tem dificuldades em sentir prazer nas atividades que realiza, além de não apresentar iniciativa ou entusiasmo para novas possibilidades em sua vida.

"Tem conciência de que percebe tudo com desinteresse, porém considera essa postura inerente ao seu jeito de ser e não algo que mereça tratamento". Os sentimentos de incapacidade se tornam tão presentes em sua rotina que não são relatados pelo indivíduo, a não ser que sejam expressamente investigados por um profissional.

Manifestação depressiva crônica: Por tratar-se de uma manifestação depressiva crônica em níveis mais leves, porém constantes, as pessoas em sua volta, também acreditam que se trata do jeito dessa pessoa "ser". Tais dados, aliados a evolução gradual e imprecisa da doença, dificultam sua detecção, levando a pessoa com o transtorno para o tratamento, muitas vezez, quando há o aparecimento de um quadro depressivo mais severo, pois o relato de seu estado, não raro, se dá de forma subjetiva e para que esse seja um quadro passível de enquadramento diagnóstico, deverá estar produzindo significativo sofrimento para o indivíduo e prejuízos no âmbito pessoal, afetivo, ocupacional e social, resultantes dos sintomas presentes.

Sintomas: A pessoa que possui esta doença costuma exibir um humor deprimido composto de alguns sintomas mais freqüentes , como:

*Sentimento de inadequação

*Perda de interesse ou prazer

*Retraimento social

*Sentimento de culpa ou preocupação acerca do passado

*Sensação de irritabilidade ou raiva extrema

*Diminuição da atividade ou produtividade predominando na maior parte do dia, quase todos os dias, num período mínimo de dois anos.

Em casos de crianças, o período mínimo é de apenas um ano. Os estudiosos desta área, observam que quanto mais precoce é o aparecimento da distimia, maiores são as dificuldades da pessoa reconhecer seu problema, pois já está habituada em atribuir seu pensamento derrotista ao clima, trânsito, problemas financeiros, familiares, etc... tornando-o assim, um eterno mal humorado conhecido por todos por estas características.

Segundo muitos especialistas, assim como o desenvolvimento do transtorno distímico, os efeitos dessa condição psicológica são graduais e trazem consigo o afastamento ou a evitação das pessoas e diminuição das habilidades sociais da pessoa.

Humor deprimido: Os períodos do humor deprimido expressam ao menos dois dos seguintes sintomas:

*Falta de apetite ou hiperfagia * Insônia ou hipersonia

*Fadiga * Baixa auto-estima e desesperança

*Dificuldade de concentração * Dificuldades em tomar decisões

Uma avaliação criteriosa e especializada é fundamental para o diagnóstico e para o tratamento.

Sabendo que a distimia afeta muito a qualidade de vida das pessoas e daqueles que o cercam, procurar tratamento para este trantorno é fundamental para que o indivíduo acometido passe a ter a oportunidade de experimentar uma vida com mais disposição e com relacionamentos mais satisfatórios.

Mas existe uma linha tênue sobre o que é "estar" mal humorado e "ser" mal humorado, como é possível que familiares ou pessoas mais próximas identifiquem o problema?

Uma forma de observar se aquela pessoa que você ou outras pessoas costumam qualificar como sendo mal humorada precisa de tratamento é avaliando se este mau humor gera sofrimeto a pessoas e se aqueles de seu convívio sentem dificuldades em relacionar-se com ela. Além disso, este comportamento deve estar sendo expresso por ela há anos.



2 comentários:

blogdocatarino.com disse...

Essa doença é, muitas vezes, identificada em colegas de trabalho que aos poucos vão ficando isoladas, pois ninguém quer se aproximar por estar sempre de mau humor.

luis Augusto disse...

Depois de muito sofrer acho que descubri o meu problema, agora sim vou procurar um profissional para que possa realmente diagnosticar a doença, me enquadro em quase todos os sintomas, obrigado por compartilhar seu conhecimento