I made this widget at MyFlashFetish.com.

domingo

Traição merece perdão???

Vocês pareciam formar um casal perfeito, digno de inveja, e de repente, a relação foi abalada por uma traição.

Mas depois de tanta frustração, será possível relevar e perdoar o parceiro?

O psicólogo e pesquisador da Universidade de São Paulo, Thiago de Almeida,
explica que diante de uma situação dessas há apenas duas alternativas: realizar genuinamente o perdão ou partir para a separação.

Embora você tenha vontade de jogar tudo para o alto e passar uma borracha na sua história de amor, é importante não se deixar tomar pelas emoções. Redobre suas forças para saber utilizar seu lado racional, pois segundo o psicólogo, o relacionamento pode se tornar melhor após a traição.

"Após a traição, a mulher passa a enxergar o parceiro tal como ele é e não mais como um depositário de suas expectativas. Além disso, o casal pode ficar mais íntimo com a redefinição da honestidade", explica o especialista.

Contudo, a reconstrução da confiança é um processo que exige dedicação e empenho de ambas as partes. "Querer perdoar é o primeiro paso para o perdão", afirma a psicóloga Sylvia Sabbato.
Segundo a especialista, a mulher traída tem de estabelecer regras para que o perdão funcione.
Ela pode perguntar o que quiser e ele deve responder. Mas, para evitar o desgaste, é fundamental marcar dia e hora para isso.

Porém, a mulher deve ser sincera a ponto de não abusar dessa sua condição "privilegiada". Ela tem de saber se quer mesmo continuar a relação ou apenas fazer o parceiro sofrer ao espezinhá-lo. Por isso, é sempre bom buscar um terapeuta para agir como um intermediário diz Sylvia.

Se você caiu em prantos quando soube ter sido passada para trás pelo amado, saiba qua a frustração existe nos dois lados. "É difícil para o traidor sustentar a cadeia de mentiras que faz parte da traição. Ele não consegue se posicionar com a mulher, com a amante e nem com os filhos", diz a psicóloga.

Mas se você considera que a relação traz benefícios suficientes para suplantar a dor, encare a traição como um obstáculo a ser enfrentado. "Não existem casos sem perdão, porque o sentimento não tem limite. É bonito quando acontece, pois os dois crescem e se tornam mais cúmplices em um relacionamento fortalecido", afirma a psicóloga.

E você, o que achou desse assunto? concorda... discorda..... deixe seu comentário!




10 comentários:

Sonia Regly disse...

William,
Eu conheço alguns casais que se perdoaram e conseguiram continuar juntos. Mas quando existe um arrependimento profundo e uma vontade de acertar. Parabéns pelo texto.Beijão.

Helena disse...

Olhe, pois eu acho que o mal é quando se atravessa a barreira daquilo que achamos moral, correcto e o respeito que nutrimos com o parceiro.
Uma vez passada a barreira é facil voltar a fazê-lo.

blogdocatarino.com disse...

Os psicólogos sempre dão dicas, mas esses casos só podem ser analisados por quem está envolvido, não sei dizer se perdoaria ou não, há todo um contexto pessoal para influenciar esta decisão.

Renato (HappyBlue) disse...

Boa noite querido amigo Willian!

Feliz 2009! Desejo que as experiências próximas de um Ano Novo lhes sejam Construtivas, Saudáveis e Harmoniosas. Muita Paz, Saúde e Amor em seu contínuo despertar! Felicidades, Realizações e Muitas Alegrias! Luz!

Aproveito para deixar um convite...
Gostaria de te convidar para um “Momento de Paz”, uma Blogagem Coletiva pela Paz Mundial, que acontecerá durante todo o mês de janeiro (01/01 a 31/01/09). O objetivo maior é comemorar o Dia Mundial da Paz e da Fraternidade Universal, com uma mobilização em forma de campanha para um Mundo Melhor. Faça parte deste grupo que acredita que é possível que a humanidade encontre o caminho da Paz, através do abandono das armas. Reconheça este estado de calma e tranqüilidade com ausência de perturbações ou agitação. Todos nós somos e devemos viver como irmãos e a Paz, representada pelo pombo e pela bandeira branca, é um objetivo de Vida!

Geralmente uma Blogagem Coletiva é um convite direcionado somente para quem tem um blog ou um site em qualquer plataforma da internet. O Quiosque Azul, o meu blog, convida também a todos que não possuem qualquer portal e queiram participar divulgando e colaborando para a Paz Mundial através do formulário de comentário ou e-mail que relaciono ao final desta mensagem. Por favor, participe, divulgue e colabore! Comunique e convite os seus amigos e/ou leitores. Toda e qualquer colaboração será bem vinda! Veja todas as instruções de como participar no link abaixo:

http://quiosqueazul.blogspot.com/2008/12/momento-de-paz.html

Desde já agradeço e desejo que esta mobilização alcance o seu maior objetivo e seja uma grande soma para União de todas as Nações.
e-mail para blogagem Quiosque Azul:
happyblue.blogagemcoletiva@gmail.com

Blog Quiosque Azul – Um Lugar em Minha Vida!
http://quiosqueazul.blogspot.com/

Link direto para esta blogagem na Comunidade do diHITT
http://dihitt.com.br/quiosqueazul/noticia/blogagem-coletiva-momento-de-paz-/

Agradeço também se puder colocar a imagem do selo oficial (pequeno), aqui em sua side-bar (barra lateral), em forma colaborativa de divulgação desta Campanha pela Paz Mundial: “Momento de Paz”. Obrigado! Luz! Renato (HappyBlue)

GEOLETRAS disse...

Prof. William,
Eu penso que perdoar é algo bastante difícil, mas necessário para quem estar magoado, pois este é quem mais se beneficia. O perdão é uma habilidade emocional de poucos. Quando a gente ama, perdoar vale apena para o casal. Apesar do texto falar mais acerca do perdão feminino, eu acredito que isso também vale para homens.

MA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MA disse...

OI,
Nunca passei pelo caso.
Segundo a minha personalidade o unico caminho seria a separação.

Sinceramente não acho que o perdão seja um dos passos, se optrem por tal mais tarde ou mais cedo dara em arrependimento.
O PSIC. esqueceu de referir que existe uma probabilidade muito alta de tal voltar a acontecer.

Nestes casos o lado racional deve sobrepor o emocional.

Abraço
Miguel (Utilnet)
http://utilnet.blogspot.com/

Monique disse...

A minha teoria de vida sobre esse assunto é que a traição é uma grande prova de amor, ou seja,
quando o relacionamento passa a virar rotina, rola a necessidade de trair para que o relacionamento não acabe, essa atitude pode surgir de ambas as partes.É difícil entender, pra quem está vivendo essa situação é quase impossível, mas pense por esse lado, o que seria melhor:
Acabar com um relacionamento onde vc realmente encontra a felicidade no parceiro?
Ou seguir em frente encarando isso como uma tentativa de salvar seu relacionamento ?

Acho que seguir em frente pra quem realmente ama seria melhor, né?

Essa é minha visão sobre esse assunto !
E achei interessante a visão de todos daqui.

Monique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gustavo disse...

Boa tarde!

Eu tenho (tinha sei la) um namoro virtual, é um amor sem palavras, amo e amo muito.
Porem na semana passada conheci uma outra pessoa pela net, e acabei me envolvendo e isso acabou indo longe demais, nunca cheguei a ter nada fisico, so pela internet mesmo. E sinceramente eu nao teria coragem de ir adiante.
So que meu namorado descobriu e agora esta sofrendo e se afastou de mim.

Num vo entrar no mérito se merece perdão ou não.

Na verdade estou tão maluco, estou sofrendo tanto que estou utilizando esse espaço como desabafo.

"Errar é humano, permanecer no erro é burrice"

Essa foi a primeira vez que trai alguem, infelizmente com a pessoa mais doce do mundo.

E asseguro a qualquer um, essa foi a primeira e última vez, jamais enquanto eu tiver vida, trairei, porque a lição que estou tendo agora me fez aprender pra NUNCA MAIS errar.

Queria apenas que ele lesse isso e sentisse, tivesse ao menos noção do tamanho do meu arrependimento, ja que ele nao pode ver nos meus olhos o tamanho dele.